ACTUALIZA OS NOSSOS CONTACTOS
Telefone: 93 5334087
Website: www. 1000caminhos.com

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

SONHA-TE!!

Os sonhos são talvez o nosso mais poderoso recurso. Muito do que criamos começa num sonho, quantas vezes impossível, e de repente um pequeno passo leva a outro, a vida impulsiona-nos a nós e ao sonho e quando percebemos, o sonho torna-se realidade.

Queremos quase sempre garantias, mas, a maior parte das vezes, para sonharmos e continuarmos a realizar-nos no nosso melhor é preciso libertarmos os sonhos antigos. Se nos rodeamos de coisas e de realizações, sem nada deixar para trás, ficamos sem espaço para respirar.

Libertar abre espaço para a vida fluir. Deixa-nos mais leves para entrarmos no rio da vida e flutuar até um novo ponto do rio.

Este mês pode ser um bom tempo não para sonharmos com um mundo melhor, paz e amor para todos, mas para libertarmos o que já não nos serve, o que nos pesa. Para depois finalmente nos sonharmos E realizarmos no nosso melhor.


Há um ano realizei um desses sonhos impossíveis. Abri o espaço Mil Caminhos em Alverca. Têm sido meses desafiantes, maravilhosos e muito ricos.

A verdade é que sou uma sonhadora. Vivo alimentada pelos meus sonhos. Já aprendi que nenhum é impossível, que é através deles que realizo o melhor que sou. Por isso, estou sempre a sonhar. E a libertar.

É por isto que agora liberto. A partir deste mês deixamos de estar em Alverca. Liberto o espaço Mil Caminhos que tantas bênçãos trouxe a mim e a quem o frequentou.

Já há algum tempo que sentia que era altura de o fazer, mas não sabia bem que caminho seguir. Quando me abri à possibilidade de deixar ir este sonho, quando me abri ao vazio, a vida movimentou-se, ganhou impulso e -surpresa das surpresas! - novos sonhos estão a surgir. Percebi que o vazio não existe, é pura ilusão, puro medo criado pela nossa mente.

Sei que esta notícia pode entristecer alguns, mas peço que não o façam. Celebrem antes o bom que este ano foi. Vamos abençoar o espaço com o nosso amor e gratidão e que quem o ocupe seja lá tão feliz como nós.

Nós vamos continuar a reunir-nos, porque os Mil Caminhos para a Essência vão continuar noutros espaços, noutros moldes.

Vou focar-me nos caminhos que mais me apaixonam e abrir novos horizontes.
As próximas semanas trarão mais novidades.

Até lá, sonhem-se!

XAMANISMO – OUVIR O CORAÇÃO DA ÁGUIA

A ÁGUIA EM NÓS

Muitas vezes, encaramos os problemas com desesperança e frustração, quer seja uma doença grave, um relacionamento tóxico ou a perda do emprego.

Na verdade, são desafios da vida que contêm uma energia que, se for aproveitada, nos impulsiona a criar e a transformar a nossa vida. A frustração, a zanga, a indignação e a tristeza são forças muito criativas. Podem ter o dom de nos fazer voar para descobrirmos novas perspectivas sobre quem somos e o que nos rodeia. Raramente o encaramos assim e, apesar de desconfortáveis e infelizes, usamos todo o tipo de amarras que nos deixam bem presos ao nosso lugar (ilusoriamente) cativo.

Escolhemos voar baixinho para evitar ventos fortes que nos levem para paisagens desconhecidas, mesmo que mais ricas e prósperas. E assim vamos passando por esta fantástica vida sem estarmos presentes na nossa totalidade, com as asas entorpecidas e o nosso coração de águia encolhido. Deixamos de acreditar que somos capazes e entregamos o nosso poder aos outros, pensando que têm mais capacidades do que nós.

Pedimos conselhos e direcções, criticamos e reclamamos de tudo aquilo que nos lembrarmos, resignamo-nos e desesperamos. E a energia impulsionadora dos desafios da vida vai-se dispersando.

UM CAMINHO DE REVELAÇÃO DIRECTA

Uma das formas de recuperar o nosso poder é através da prática do xamanismo que, sendo um caminho de revelação directa, nos fortalece e expande o nosso Ser, trazendo-nos de volta ao nosso centro e ensinando-nos a resolver os nossos próprios problemas.

O xamanismo é a mais antiga prática espiritual ancestral, com mais de 40.000 anos, e ensina-nos que tudo o que existe está vivo e tem um espírito, que tudo está interligado numa rede de vida e que qualquer sentimento de separação é pura ilusão.

Os povos indígenas acreditam que há dois mundos distintos interligados, que se influenciam permanentemente: o mundo visível aos nossos olhos físicos (realidade vulgar) e um mundo não-vísivel (realidade não-vulgar). O acesso a este último pode ser feito, de forma consciente e deliberada, por todas as pessoas que o escolham fazer, através da viagem xamânica.

Nesta podemos receber directamente cura e orientação dos nossos aliados espirituais, tanto para nós próprios, como para outras pessoas e ainda para o planeta.

A CURA ATRAVÉS DO XAMANISMO

Um praticante de xamanismo pode ajudar outros ao remover bloqueios espirituais do corpo que estejam a causar doenças ou desequilíbrios ou ao recuperar o poder ou partes da alma que a pessoa possa ter perdido devido a traumas físicos, emocionais ou psicológicos.Geralmente, as partes que regressam estão associadas a qualidades e dons que podem transformar a sua vida.

O xamanismo ajuda as pessoas a encontrarem formas de viver mais harmoniosas e equilibradas, honrando a sua própria vida e (de) tudo o que existe. Impulsiona-nos a viver em maior sintonia com os ciclos e ritmos da Natureza, reconciliando-nos connosco próprios e com o Universo a que pertencemos, através de pequenos ajustes na nossa vida e, também, de uma maior consciência de quem somos e do mundo em que queremos viver.

Em síntese, o xamanismo ajuda-nos a ouvir o coração de águia que vive em nós, a abrir as nossas asas e voar bem alto, a fim de criarmos e manifestarmos os nossos mais ousados sonhos

Artigo de Cláudia Félix Rodrigues publicado na revista Flor de Lótus, nº18, Out/09

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

ATREVE-TE

Os nossos medos são puras ilusões.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

UMA NOVA VISÃO DAS RELAÇÕES


CONSTELAÇÕES FAMILIARES

As Constelações Familiares são um trabalho sistémico onde podem ser trabalhados os sistemas a que pertencemos como a família, os amigos, a empresa para que trabalhamos, etc.

As Constelações Familiares revelam as dinâmicas ocultas no sistema que se está a trabalhar e que possam estar a influenciar um problema.

Todos os sistemas têm ordens e regras naturais. A violação ou desrespeito por essas ordens naturais devido a factos mais ou menos graves ou devido a comportamentos inconscientes afectam as vidas de diversas gerações, criando emaranhamentos e consequentemente bloqueios no fluxo do Amor.

Alguns desses factos são: mortes prematuras, acidentes trágicos, abortos, crimes ou injustiças, envolvimento em guerras, exclusão de alguém do sistema, abusos e violações, doenças graves ou deficiências, entre muitos outros.

Clique aqui para ler mais


Alguns temas possíveis de trabalhar

Se houver algum tema ou facto muito marcante que o cliente não queira partilhar no grupo, pode ser partilhado em particular com a facilitadora.

Num Workshop de Constelações, o grupo funciona como um círculo de cura, com uma atitude cooperante, amorosa e confidencial.

Problemas no relacionamento com cônjuge, ex-cônjuge, pai, mãe, filhos, etc.
Desvinculação energético de relacionamentos amorosos passados;
Doenças físicas, emocionais ou psicológicas;
Sentimentos/sintomas físicos sem causa justificada
Resgate de partes do seu Ser para harmonizar a sua vida (como a sua Criança Interior, a sua Feminilidade, o seu Poder Pessoal, o Amor-Próprio, a Auto-Estima, a Criatividade, etc.)
Problemas de infância;
Acidentes frequentes;
Dificuldade em ter filhos/engravidar;
Violações ou abusos, ou sitauções em que alguém tenha sido muito prejudicado (questões com heranças, homicidios, etc);
Vícios e dependências (drogas, álcool, remédios, jogo, etc);
Exclusão ou auto-exclusão familiar;
Ansiedade persistente e inexplicável;
Sentimentos de solidão e/ou abandono;
Sentimentos de culpa;
Dificuldade em mostrar afecto;
Insegurança permanente, angústia; agressividade ou submissão, revolta interior ou vazio interior;
Dificuldade em tomar iniciativas;
Falta de auto-estima/amor-próprio;
Tendências suicídas;
Medos;
Bloqueio no fluxo do dinheiro / Dificuldade em lidar com o dinheiro;
Bloqueio num negócio / na vida profissional;
Diagnóstico de um negócio ou projecto;
Entre muitos outros.
PERGUNTAS FREQUENTES
Clique aqui

terça-feira, 17 de novembro de 2009

AGENDA NOVEMBRO E DEZEMBRO/2009

22.11.2009
Workshop Constelações Familiares

28.11 e 01.12
Curso de Regressão e Progressão com Reiki

04 a 06.12.2009
Introdução ao Xamanismo Clássico

12.12.2009
Workshop Constelações Familiares

Regressão e Progressão com Reiki

A Regressão com Reiki é um sistema de transformação pessoal e de desenvolvimento humano.
O objectivo é construir um melhor futuro compreendendo e reconhecendo as lições das vidas passadas e agindo agora com mais consciência e humanidade.

Permite-nos abrir as portas do nosso auto-conhecimento, permite-nos ter acesso a traumas de infância ou de vidas passadas que continuam a causar bloqueios na actualidade, transformando-os ou aliviando-os.
A regressão permite-nos compreender aspectos da nossa personalidade, padrões de relacionamentos, medos, inseguranças, vícios, hábitos ou doenças (ver Porquê fazer regressão).

A compreensão é uma energia de cura. Voltar atrás significa encontrares-te em consciência com coisas que fizeste em inconsciência.

Ler mais sobre Regressão e Progressão, aqui.

O CURSO

Este Curso aborda os processos de Regressão e Progressão como Sintonias com a nossa vida actual, vidas passadas e prováveis futuros, bem como com o nosso Eu Sábio e com a Sabedoria Natural do nosso corpo de forma a construirmos uma existência na Terra mais harmoniosa, mais enraizada e mais consciente.

O Programa foi elaborado com práticas que pretendem contribuir para o desenvolvimento interior dos Participantes, preparando-os em simultâneo para guiar e apoiar com confiança e segurança outras pessoas na sua descoberta interior.

Mais do que apresentar técnicas e métodos, o curso incentiva o uso da intuição e da sensibilidade dos participantes para facilitar as Sintonias de Regressão / Progressão.

Ao longo dos dois dias de curso os participantes experienciam diversas sintonias de Regressão e Progressão individuais e facilitam, pelo menos, duas Sintonias e são conduzidos noutras duas pelos colegas.

Devido à confiança e segurança necessárias é dirigido a pessoas que tenham integrado bem a Luz dos Símbolos de Reiki 2.

Ler mais sobre o Curso de Regressão e Progressão, aqui.


quinta-feira, 1 de outubro de 2009

TEMPO DE RECOLHIMENTO

Lembro-me de que, quando estudava, em todos os meses de Outubro tinha que tomar suplementos alimentares porque me sentia muito cansada, pouco produtiva e desenergizada. Na altura, diziam-me que era normal naquela altura do ano, mas nunca entendi bem porque acontecia.

Ao escrever sobre xamanismo e sobre o crescente interesse nesta prática espiritual ancestral devido à necessidade das pessoas se voltarem a sintonizar com a Natureza, tive uma revelação sobre o que me acontecia.
Nós já não sentimos os ciclos da Natureza, nem respeitamos as necessidades do nosso corpo consoante o seu ritmo interno.

Nesta altura do ano a Natureza recolhe-se, morre para depois renascer na Primavera. Os dias são mais curtos, as primeiras chuvas lavam a terra e as ruas. O Outono é uma época de recolhimento, de abrandar o ritmo para pouparmos energia para o Inverno. Quando chega a Primavera é o tempo de sair, de nos movimentarmos, passear e expandirmo-nos. Foi assim durante milhões de anos.

Nas sociedades modernas, invertemos os ciclos. Vivemos literalmente contra o ciclo da vida. Fazemos férias no Verão e recomeçamos a trabalhar ou estudar exactamente no Outono.

Hoje identifico que o que me acontecia quando estudava é... [clique aqui para continuar a ler]

sábado, 19 de setembro de 2009

3º ANIVERSÁRIO MIL CAMINHOS

19 DE SETEMBRO 2009



Alguns dos Amigos e Alunos que estiveram presentes neste dia que
trouxeram consigo muita comida, mas em especial Alegria!

Elisabete Manata e Cláudia Félix Rodrigues
Solange Rola e Cláudia Félix Rodrigues

Catarian Castro e Cláudia Félix Rodrigues Bruno Delgado e Cláudia Félix Rodrigues

Valentina Marote e Cláudia Félix Rodrigues
Rui Costa e Cláudia Félix Rodrigues
Leonor Gomes e Cláudia Félix Rodrigues
Helena Jorge e Cláudia Félix Rodrigues


O bolo carinhosamente feito pela minha Amiga Elisabete Manata

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

A RESPONSABILIDADE

Um dia destes ao ouvir um relato de uma amiga e após as minhas próprias experiências, decidi escrever sobre a responsabilidade do terapeuta/facilitador do que quer que seja.

Algumas pessoas ficam surpresas com a forma como alguns terapeutas/facilitadores actuam. Supostamente, se são dos que trabalham para um mundo melhor deveriam ter mais noção do que dizem e de como dizem.
Por vezes, dizem-se coisas que programam o cliente de forma pouco positiva ou que não respeita os seus valores, que ofendem mais ou menos veladamente, que os colocam numa posição de superioridade, etc.

Se eu for ao médico e ele cruamente me disser "você tem um cancro" ou "você está é com a mania das doenças", eu não vou gostar. Vou-me sentir mal, em choque, talvez até me sinta ofendida ou derrotada.
Estaria o médico a mentir? Se calhar, até não. Mas é a forma como ele diz que muda tudo.

Na maior parte das situações que nos afectam negativa ou positivamente a diferença está na forma.

O terapeuta/facilitador é antes de mais nada um Ser Humano, com a sua personalidade, crenças e Sombra.
Quando um terapeuta/facilitador tem uma reacção abrupta, ofensiva ou irresponsável está a ser um reflexo nosso, mas também nós estamos a servir-lhe de espelho. Se depois disso, terapeuta/facilitador vai meditar sobre o que aconteceu é já um processo seu.
E nós também o podemos fazer. Isso não quer dizer que tenhamos que tolerar essas atitudes. Podemos sempre dizer "Chega!", ver e trabalhar o espelho e avançar.

Como terapeuta/facilitador é importante lembrar-se de que as pessoas geralmente vêm ter connosco fragéis e tudo o que dizemos reflecte-se exponencialmente. Quando nos respeitam e têm em grande consideração o que dizemos pode ser criativo ou destrutivo.
Muitos terapeutas/facilitadores justificam as suas atitudes porque sentiram que estavam a ser vampirizados energticamente, porque fizeram o que sentiram ser melhor para o outro ou para si próprios, porque a pessoa não quer evoluir, etc.
Até concordo que isso possa acontecer, mas a FORMA como reagimos faz toda a diferença.

Desde quando tenho o direito de humilhar, ofender e expor os outros? Quem sou eu para saber o que é melhor para ti? Quem sou eu para me achar dona e senhora da Verdade?
Não estamos aqui para equilibrar a nossa Vida Espiritual com a Vida Terrena? Onde é que nas atitudes ofensivas está o equilibrio? Não é também uma forma de abuso?

Enquanto terapeuta/facilitadora (e cidadã, mulher), eu própria já disse e fiz coisas que afectaram negativamente outros. Hoje reconheço-o. E desde que percebi que partes minhas atraiam pessoas abusadoras e que me impulsionavam a abusar dos outros, passei a agir de forma diferente. Sim, ajo quando tenho que agir, mas faço-o de FORMA diferente, com muito mais Amor. E tornei-me menos permeável às pessoas com a máscara de falsamente iluminados (em todas as áreas e não só na espiritualidade). Não as tolero na minha vida, mas não também não as maltrato.

Tenho também aprendido muito com alguns facilitadores que me têm mostrado como a determinação e assertividade podem ser Amorosas e Compassivas. Se dentro de nós houver um Lugar de Paz.

Para os terapeutas/facilitadores (e para todas pessoas), deixo aqui um exercício para fazerem quando falam com os vossos clientes e noutras situações da vossa Vida.

Este exercício foi retirado do livro "Como curar os seus pensamentos tóxicos" de Sandra Ingerman*

Coloque as suas mãos no seu coração para que sinta o seu coração enquanto inspira e expira. Coloque uma imagem ou um sentimento de algo precioso no seu coração conforme faz isto.

Respirar é uma das maneiras mais simples de transformar qualquer energia. Quando estamos em modo reactivo, a nossa respiração torna-se superficial. Quanto mais stressados ficamos, mais reagimos. Quando respiramos profundamente, a energia muda por si própria.


Tente fazer alguma respiração enquanto está com outras pessoas. Observe como a energia na sala muda conforme passa para um lugar de calma e centramento. Observe como pode transformar a energia de uma sala simplesmente respirando. Observe como a sua própria experiência muda de um estado contraído para um estado mais expandido. Observe a sensação de paz que sente ao fazê-lo.

Tome algum tempo para respirar agora.




*A ser publicado pela Editora Ariana em Outubro.

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

MIL CAMINHOS NO TWITTER

Considero-me uma pessoa de mente aberta, mas admito que dentro de mim há um Velho do Restelo muito activo (não temos todos?).

- Quando os telemóveis apareceram e começaram a ser mais acessíveis, eu resisti. Já os meus amigos e familiares tinham telemóveis e eu nada... Depois rendi-me e agora sinto-me nua sem ele. Mas continua a ser o mais simples telemóvel... o actual nem câmara tem.
-Quando os centros comerciais da moda abrem, eu só lá vou muitos meses depois (e não,ainda não fui ao Dolce Vita que é quase ali ao virar da esquina).
-Recuso-me a usar uma versão de Windows ou Office durante os primeiros dois anos após o lançamento (mas aqui é pura estratégia... recuso-me a ser rato de laboratório de uma empresa gigante que testa os produtos nos seus utilizadores e que têm de pagar por isso!!).
-E os meus amigos tecnológicos não me conseguem convencer que tenho de mudar de computador todos os anos e que o meu portátil que já tem mais de 2 anos não vai durar outros 2.

Também tenho uma Vanguardista em mim... trabalho com computadores (e bem!) há 20 anos, tenho um blog desde 2003 (quase nos primórdios dos blogues em Portugal), entre outras coisas.

Finalmente, depois de muita luta entre o meu EU Velho do Restelo e o meu EU Vanguardista, este último ganhou.

A partir de ontem, o Espaço Mil Caminhos está no

Se quiseres podes seguir as nossas actividades, pensamentos, considerações Twitticas aqui.

AGENDA AGOSTO / SETEMBRO 2009

08 e 22.08
Workshop de Cura Xamânica Guarani
Alverca
14.08
Workshop Constelações Familiares
Carcavelos
15 e 16
Curso de Introdução às Técnicas de Meditação
Alverca
23.08
Curso de Reiki - Nível 2
Alverca
29.08
Curso de Reiki - Nível 3
Alverca
30.08
Workshop Constelações Familiares
Alverca
05.09
Curso de Reiki para Crianças e Jovens
Alverca
06.09
Curso de Reiki - Nível 2
Alverca
13.09
Curso de Reiki - Nível 1
Alverca
20.09
Workshop Constelações Familiares
Alverca
27.09 e 11.10
Workshop de Cura Xamânica Guarani

Alverca

Outras datas, aqui.

Se não encontrar uma data que lhe seja conveniente, contacte-me para encontrarmos uma solução em conjunto. Faço cursos individuais.

Pode organizar um Curso na sua Cidade. Clique aqui para mais informações.

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

CELEBRO-TE



Hoje faz 2 anos que partiste para um lugar de Paz e Luz.
O meu mundo nunca mais foi o mesmo. Nem será, bem sei.
A minha Vida como a conhecia não é a mesma. Porque não te posso abraçar. E houve alguns momentos em que me fez muita falta os teus braços à minha volta.

Nesses momentos, volto àquele dia em que pousei a cabeça no teu peito, no hospital enquanto dormias. Tinha acabado de saber que o fim da tua Vida na Terra estaria para breve. E apesar de não estares ali consciente, são momentos que não esqueço e que me aquecem o Coração. E aí, sinto o teu abraço. Um Abraço maior que todos os braços do mundo.

Sinto quando me vens visitar para me dizer que sou capaz e que estás a torcer por mim.
Sei que me amas profundamente e que te orgulhas do que sou.
E quando me faltam as forças para ser EU mesma, fiel a mim, sinto a tua Força.

Sou feliz nesta minha Aventura da Vida porque passaste por aqui e me deixaste por cá.
Hoje, querido Pai, celebro-te com todo o Amor e Gratidão.
Sorrio-te e amo-te.

sábado, 25 de julho de 2009

MUDAR O MUNDO

A auto-consciência é a chave para o trabalho de transformação e cura.

A transformação pessoal pode exigir ou mudança de atitudes, comportamentos, relacionamentos e ambientes.

A vida desafia-te a libertares-te de padrões inconscientes profundamente enraizados (que se manifestam em pensamentos, emoções e padrões de comportamento). Ao transformares uma camada dessa bagagem pessoal, rapidamente vais encontrar outras e diferentes camadas de bagagem.

Descobrir as nossas camadas de personalidade pode parecer um processo sem fim, porque os padrões estão muito identificados com o que sentimos que somos. Por exemplo, é diferente dizer “Eu sou assim” e dizer “Eu escolho ser assim.”

Ao aceitarmos os nossos padrões e reconhecendo que já não servem o nosso Bem Supremo e assumindo a responsabilidade de os mudar estamos a começar a mudança para aquilo que queremos ser.

Quando achamos que não precisamos mudar algo na nossa vida, é para aí mesmo que temos que olhar para confirmar se não criámos um véu de auto-ilusão.

É importante estarmos conscientes [para continuar a ler clique aqui].

quarta-feira, 1 de julho de 2009

NOVOS CURSOS DE REIKI

O REGRESSO AO SEU PODER PESSOAL

O objectivo principal deste método criado por mim é ensinar o Reiki como ferramenta de transformação pessoal e de recuperação do Poder Pessoal, tanto para quem veicula como para quem recebe.
Visa uma maior participação do receptor, passando as terapias as serem mais activas e mais envolventes.

A estrutura dos cursos são adaptados a cada grupo e estimulando o máximo de uso da intuição dos iniciados.

Saiba mais sobre as bases deste novo método, aqui.

Este novo método é ensinado em 4 níveis:

Nível 1 - Praticante Nível 1 [mais info aqui]
Nível 2 - Praticante Nível 2 [mais info aqui]
Nível 3 - Praticante Nível 3 [mais info aqui]
Nível 4 - Professor [mais info aqui]

A participação nestes cursos não exige a participação desde o Nível 1.

A VIAGEM DA VIDA


A vida é uma viagem, uma aventura e tem desafios que testam os nossos limites.
Fazer esta viagem centrados, fortalece-nos.

Ao contrário do que muitos pensam, os desafios não servem como testes da vida para nos derrotar e saber se somos suficientemente bons (isso a Vida sabe que somos, apesar de muitos de nós não aceitarmos que somos). A vida testa-nos para abrirmos o nosso coração e a nossa mente para novas direcções, perspectivas, oportunidades e aspectos de nós mesmos.

A vida pede-nos que estejamos presentes em cada passo da aventura, que nos mantenhamos unos com o Todo e em sintonia com a nossa Alma. Ao fazê-lo podemos abraçar e manifestar os nossos mais altos desígnios, concretizar os nossos sonhos mais ousados e caminhar na Vida com Amor e Consciência.

Se olhares para a tua vida, irás perceber que os tempos de desafios foram os que trouxeram maior e mais profundo crescimento. Muitas vezes, só o conseguimos ver à distância quando navegamos mares mais serenos.

Isto não quer dizer que todas as transformações tenham que ser feitas só através da dor. Até porque se nos mantivermos centrados a dor não se instala de forma tão vincada.
Ao estarmos mais conscientes e presentes na Vida a duração e intensidade dos desafios ajustam-se à nossa vibração.
Os testes da vida são oportunidades que são aproveitadas consoante nós as percebemos e o que fazemos com essa percepção.
Independentemente do aconselhamento, ensinamentos passados e actuais, da educação, inteligência a ou da nossa vontade para mudar a direcção da nossa vida, as nossas reacções e respostas são quase sempre automáticas, reflexas e inconscientes.

São poucas as vezes em que nós reflectimos, consciencializamos sobre a nossa situação actual e agimos com a consciência do que é melhor para o nosso Bem Supremo.

Qualquer que seja o desafio, cada acontecimento da nossa vida é uma oportunidade de aprendizagem e crescimento e que exige a nossa total participação.

Apesar de ninguém desejar o sofrimento, se quisermos, os desafios tornam-nos mais fortes, felizes e mais presentes.

Muitas vezes, não aceitamos a vida como ela se nos apresenta. Então lutamos contra, rejeitamos, maldizemos e ignoramos as fantásticas janelas de oportunidade. Gastamos a nossa energia nessa batalha, morrendo lentamente e afastando-nos de nós.
Quando nos apercebemos, a Vida continuou exactamente da forma que tinha que ser. E sentimo-nos derrotados, perdidos e sem tempo, sem chão, sem Alma, quase em respiração assistida.
Mas se acreditarmos que a Vida é sábia e flui sempre a nosso favor, então, até as perdas se revelam maravilhosas oportunidades.

Sugiro que este mês olhemos as nossas perdas, reconheçamos que partes de nós perdemos pelo Caminho. Vamos ouvir aquela voz que sussurra (ou grita!) dentro de nós por um novo ar para respirar por si e vamos perguntar-nos como podemos resgatar-nos para viver uma Vida com mais Paixão, Alegria, Leveza e Amor. Especialmente por nós mesmos.

Voltemos agora ao nosso Centro.